Joanópolis – Mantiqueira, cachoeira e Lobisomen

Informações utéis:

Distancia de SP:
De São Paulo: 115 km
Do Aeroporto Internacional de Guarulhos: 92 km
Do Aeroporto de Congonhas: 124 km

Valor médio do camping: R$ 20 – R$ 50

O que fazer?
Cachoeira dos Pretos.
Gigante Adormecido, cuja cabeça é a Pedra do Lopo, com 1725m de altitude;
Pico do Selado (2070 m de altitude);
Igreja Matriz
Capril do Bosque – bistrô onde é possível provar pratos feitas com queijo de cabra;
Pão PRP – pão em forma de cruz, com erva doce, criado para os simpatizantes do antigo Partido Republicano Paulista, na época da Política do Café com Leite, que é servido até hoje nas padarias da cidade.

Joanopolis com todo o seu charme de cidade do interior hospeda aproximadamente 11.000 habitantes, esta localizada a 120 km de SP e tem como quintal nada menos que a serra da Mantiqueira.

Hospedeira da maior cachoeira do estado de são paulo, Joanopolis mantém com muito orgulho o titulo de terra do Lobisomen.

* Foto do Lobisomentm*

É fato que o Brasil inteiro conhece a estoria do Lobisomen, aquele velha estoria passada de geração em geração onde o setimo menino após uma ordem de seis mulheres se torna o lobisomem (ou alguma coisa do tipo, temos tantas versões que dificilmente sabemos qual é a original- conheça as origens da lenda).

Em Joanopolis não é dificil encontrar pessoas que juram ter visto este ser meio homem e meio lobo rondando pela cidade em noites de lua cheia, sendo verdade ou não, a cidade abraçou esse titulo e vestiu mesmo a carapuça (carapuça? lobo? isso é chapeuzinho vermelho ou lobisomen???)… A ideia é tão vendida na cidade que até foi fundada a Associação dos Criadores de Lobisomens, que é sediada na Casa do Artesão ao lado da igreja matriz.

* Fotos do camping *

Cachoeira dos pretos

A cachoeira dos Pretos é a maior cachoeira do estado de São Paulo, possui queda de 154 metros de altura e suas corredeiras cortam o camping ze Roque criando lindas paisagens. É na cachoeira dos Pretos onde se localiza a nascente do rio Piracicaba, o camping ainda conta com as atividades de boia-cross, tirolesa e o Jipe Catalouco que te deixa no topo da cachoeira com uma vista espetacular.

Visitei Joanopolis em novembro de 2015, estava procurando um lugar para ficar um sozinho com a natureza e acabei escutando a recomendação de um amigo que vivia me dizendo “maaaano, vai para joanopolis, vai para joanopolis”… Peguei minhas tralhas de viagem e fui, sozinho e com fé na terra do Lobisomen…

Saindo de SP e indo pela rodovia Fernão Dias, demorei aproximadamente 2 horas e meia para chegar ao portal da cidade. Chegando lá, meu primeiro objetivo era escolher o camping, encontrei duas opções o Lyrymar (recomendação de um vendedor de caldo de cana) e o Camping do Ze Roque, onde hospeda a cachoeira dos pretos.

Com o objetivo de gastar menos, optei por ficar no camping Zé Roque, o camping é bem estruturado e confortavel, banheiros limpos, fogão e chuveiro a lenha (acredite se quiser, parece agua de cachoeira no meio dia, não esquenta muito, mas vale a experiencia).

Cheguei no camping por volta das 18:00 e após uma noite de forte chuva e com muitos relampagos fui conhecer a tão famosa cachoeira do pretos, não vou descreve-la, vou deixar que as imagens falem por sí.

Saindo de joanopolis tive um problema com meu carro que encurtou a viagem, mas deu para conhecer um pouquinho da cidade e todo o seu amor pelo metade homem e metade lobo.

No final das contas acampar sozinho na terra do lobisomen em uma noite com relampagos e forte chuva tem o seu gostinho especial…

Agora que já conhece um pouquinho de Joanopolis, pegue suas coisas e caia na estrada, quem sabe não tem a sorte de encontrar o Lobisomen por ai?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *